7 de novembro de 2011

Tapete






As mãos são da avó do meu marido....
As tiras de tecido são lençóis velhos da minha sogra...
O resultado é..... espectacular!

Quero aprender isto tudo... quero um dia quando for velhota ter uma doida como eu fiquei naquele dia sentada no chão a ver a avó do meu marido a explicar como fazia e eu com uma inveja brutal de como é possível eu uns bons anos mais nova que ela e fazer um terço do que ela fez e eu ficar cheia de dores nas mãos.
A minha sogra deu-me este :) e teve como destino o wc.
Fica lindamente lá e muito mais bonito que os de compra.... segundo o meu gosto pessoal, claro.
Mas sinceramente tem muito mais valor, não falo de monetário, mas valor sentimental e valor por ter sido feito à mão... pela (acho que) pessoa mais velha da família.
Ah.. e os lençóis usados para fazer o tapete... dormi muitas vezes neles hi hi desde há quase 12 anos para cá :)

E pronto... não deitar fora roupas velhas que aí tenham por casa.... cortar tudo em tiras, cosê-las umas às outras (dá trabalho sim, mas assim dá-se valor ao que se faz), enrolar num novelinho se se quiser e depois agarrar na agulha de croché e meter mãos à obra.
Dá um excelente passa tempo de serões de inverno em frente à tv :)

4 comentários:

  1. Ficou giro e ficas com uma recordação p toda a vida!
    Mas acho q a Miki tratava bem do tapete, vê-se na carinha,, como quem diz: é para mim Dona, é, é? :-)
    Beijinhos SSC & Matilde

    ResponderEliminar
  2. Sim, penso que é a pessoa mais velha da família...os tapetes ficam muito fixes não é? Espero que ela ainda consiga fazer muitos mais...

    ResponderEliminar
  3. Passando por aqui, parei e gamei neste tapete. Que tecnica maravilhosa substituindo o fio...além da dedicação é claro! Adorei o blog, voltarei outras vezes. Espero tb sua visita no meu cantinho. Um abraço,
    Maria Rita.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário, até breve :)